F/Nazca conquista GP inédito para o Brasil no Festival de Cannes

30.07.15 | Por F/Nazca
Categoria: A Agência, Destaque Header, Notícias, Prêmios - Tags: , , , |

Com 62 anos de história, é a primeira vez que a premiação concede o Grand Prix de Film a uma produção nacional

A publicidade brasileira está brilhando mais forte na indústria mundial da comunicação. A agência F/Nazca Saatchi & Saatchi, comandada pelo publicitário Fabio Fernandes, acaba de receber o prêmio máximo na categoria mais antiga e tradicional do Festival Internacional de Criatividade de Cannes: um Grand Prix Lion em Film.

A conquista põe fim a um jejum de 62 anos e pode ser encarada como um divisor de águas na propaganda nacional. É que, apesar do tradicional bom desempenho das agências brasileiras na competição, a categoria que avalia comerciais de TV & Cinema sempre apontou que era ali que a nossa produção não competia de igual para igual com produções internacionais. Mas o filme “100”, criado para Leica Gallery São Paulo e produzido pela também brasileira Stink São Paulo, enterrou esse complexo ao ser escolhido por 19 dos 22 jurados entre mais de 3 mil concorrentes como o melhor comercial do mundo em 2015.

De maneira geral o GP, além de inédito para o país, significa o reposicionamento da publicidade brasileira nos holofotes e dá um sopro de otimismo para o mercado da comunicação em meio a uma crise econômica mundial. No festival deste ano, apesar da redução de 9% nas inscrições, o Brasil se manteve no pelotão de frente do evento, com 108 leões entregues.

Para Fabio Fernandes, presidente e diretor-executivo de criação da F/Nazca Saatchi & Saatchi, a conquista do GP “é a consagração da agência, que sempre pensa de forma criativa, nova e que conta com clientes que pensam igual. Esse prêmio era o topo até ser alcançado. Agora que nós alcançamos é hora de não nos darmos por satisfeitos e definir novos objetivos, não por ambição, mas, sim, por amor à propaganda. Depois de ganhá-lo, voltamos a ser ruins.”

Além do GP, a agência leva para casa mais 13 leões, sendo 3 ouros, 5 pratas e 5 bronzes com trabalhos para Leica Gallery São Paulo, Nissin-Ajinomoto, Mizuno e Pinacoteca.

Reveja aqui o filme que entra para a história do festival.


Na Shots

25.11.14 | Por F/Nazca
Categoria: Destaque Header, Notícias - Tags: , , , |


12345...48