João e Maria

16.01.18 | Por F/Nazca
Categoria: Clientes, Destaque_Home, Filme, Skol, Tipo Midia, Trabalhos - Tags: , , |

Skol mostra o que é redondo no Carnaval e reforça diferença entre xaveco e assédio.

Uma coisa é xaveco. A outra é assédio. A distinção entre as duas formas de abordagem durante o Carnaval é o que move a campanha da cerveja SKOL para a mais brasileira das festas populares e que foi ao ar em TV aberta na primeira semana do ano.

Na recente pesquisa SKOL DIÁLOGOS, que a cerveja realizou junto ao IBOPE Inteligência, o preconceito mais praticado pelo brasileiro, mesmo sem ser notado, é o machismo, citado por 61% dos entrevistados.

A campanha de Carnaval de SKOL amplia a mensagem dos filmes lançados pela cerveja para o verão, nos quais comentários quadrados dentro de temas como machismo, homofobia e gordofobia eram arredondados. Para a cerveja mais democrática do Brasil não existe folia com preconceito. Carnaval redondo é aquele no qual prevalece o respeito.

No filme que foi ao ar no último sábado, é a vez de um comentário homofóbico ser arredondado. Pegando gancho na marchinha “Maria Sapatão”, um homem observa a festa e solta o comentário quadrado: “E aquela ali? De dia é Maria, de noite é João”. Logo sua amiga o interrompe e arredonda o papo: “Se é Maria, o problema é dela. Se é João, o problema é dele”.

“SKOL tem convidado as pessoas a saírem do quadrado, a quebrarem estereótipos e viverem experiências livres de preconceito e pré-julgamentos. O Carnaval é a época mais alegre do calendário brasileiro e a festa só é completa com respeito por todos e todas”, diz a diretora de marketing de SKOL, Maria Fernanda Albuquerque.

A campanha é assinada pela F/Nazca Saatchi & Saatchi.



12345...134